Meu Deus

Zilanda Valentin

Meu Deus, que amor incomparável!
Em mandar teu próprio filho
Pra sofrer desamparado.
Horas de sofrer incálculável.
Quadro triste e deplorável,
Mas que salvação legou!

(Coro)
Esse quadro em nossas mentes
Deve ser inapagável como a luz irradiante de Jesus
Que por todos pecadores se entregou!
Corpo santo imaculado que por nós foi mutilado.
Qual cordeiro não se lamentou.
Uma fonte desse ser brotou,
Que transmite paz e doce amor!

Meu Deus, ó perdoa as grandes faltas
De quem ao teu filho amado
Condenou sem haver culpa
Marcas que ficaram em suas santas mãos
Que comprovam com exatidão
Grande preço do perdão!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback