Olhos de Jardineiro

Zé Geraldo

Esperar
é acreditar
A vida me ensinou a esperar

Quantas vezes eu quis ter
um jardim pra te dar
Quando tinha a terra
faltava a semente
Quando tinha semente
vinha a chuva forte
e levava tudo embora

E pra complicar
Andei por caminhos
tortuosos
Foi difícil voltar

Tivemos noites de vendavais
E em noites de vendavais
o dia demora a chegar
E foi assim

Ainda bem que desses anos todos
guardamos restos de sonhos
Rabiscos, pedaços de versos
Canteiros do nosso jardim
Vem ver

A Primavera floriu
Flor de Maio tá tão linda
Inda nem é abril
Onze horas sem-vergonha
dá por todo lado
Beija-flor apaixonado todo dia vem beijar
e contar os botões
que ainda tem pra abrir
E partir em busca
de outras flores
em outros jardins

Já estive com outras flores
em outros jardins
Hoje estou aqui
pra te regar
te proteger dos ventos
Te cuidar
Te servir
pra o que for
Os olhos do jardineiro
é que abrem o botão da flor
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback