O Teu Sorriso

Jorge de Altinho

Quando penso em perder o teu amor
Sou índio perdido na floresta
Debutante sem ter a sua festa
Sou a chama apagada de um balão
Quando penso em perder o teu amor
Sou criança perdida na neblina
Presa fácil pra ave de rapina
Andarilho com sede no verão

Ah, o teu sorriso como eu preciso
Vem me iluminar
Ah, o teu sorriso como eu preciso
Pra caminhar

Quando penso em perder o teu amor
Sou a fruta bichada na estrada
Sou dinheiro rasgado na calçada
Sou o ressentimento no perdão
Quando penso em perder o teu amor
Sou artista debaixo de uma vaia
Alpinista perdido no himalaia
A sanfona calada no são joão

Quando penso em perder o teu amor
Sou credor descobrindo o prejuízo
Pecador vendo o dia de juízo
Sou maria bonita sem lampião
Quando penso em perder o teu amor
Sou o erro calado submisso
Sou os olhos da dor no sacrifício
Passarinho no dia da prisão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback