Preto Doutor

João Mulato e Douradinho

Um moço vistoso de porte galante com sua amante ele se casou
Tirou da boemia a flor meretriz quem fez ela feliz foi um homem de cor
Porém certo dia por mal entendido mulher e marido brigou por amor
A mulher foi embora pra outra cidade e deixou na saudade o preto doutor.

Vinte anos depois ela adoeceu e quem a socorreu até sangue doou
Dentro do hospital foi um corre corre a doente não morre dizia o doutor
Pediu pra Jesus com amor e fé proteja a mulher nesta transfusão
O negro implorava para o onipotente salve a paciente tenha compaixão.

Na cirurgia o doutor de plantão fez a transfusão com seus assistentes
Ele deu seu sangue pra desconhecida pra salvar a vida da paciente
O sangue do preto fez ela feliz a flor meretriz reviveu novamente
E reconheceu o seu ex marido e o homem traído estava em sua frente.

A mulher curvou de joelhos no chão e pediu perdão em nome do Senhor
O doutor bateu a mão sobre o peito e mostrou satisfeito seu grande valor
Ela agradeceu os bons aparelhos e o sangue vermelho de um homem de cor
Nesta transfusão foi salva a mulher que beijou nos pés do preto doutor.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback