Cana Caiana

Gilberto e Gilmar

O vento bate na janela e fala o nome dela
O orvalho é gota cristalina do desejo dela
Em cada estrela eu vejo a luz do seu olhar
E cada musica de amor me faz lembrar
Que eu gosto tanto dela

O sol desponta no horizonte pra olhar pra ela
A chuva vem molhar a terra pra florir pra ela
Cada palavra que o poeta escrever
Ainda é muito pouco pra lhe dizer
Que eu gosto tanto dela.

Beijo de cana caiana
Lábios da cor de romã
Um sorriso iluminado
Cheio de pecado pele de maça.

Eu capaz de qualquer coisa que ficar com ela
Atravessar o deserto, domar cada fera;
O que ela me pedir eu faço acontecer
Nem que eu quisesse não daria pra esconder
Que eu gosto tanto dela.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback