Canção Dos Tropeiros

Crioulo Dos Pampas

Antigamente minha querência era povoada
A carreta era o transporte que cruzava nossa estrada
Até a tropo era por diante repontada
E o tropeiro ia cantando era boi, era boiada...

Era boi, era boiada
Hoje só resta esta canção e mais nada.

Veio o progresso e trouxe dificuldade
Levou o homem da campanha e morar la na cidade
Hoje eu só vejo é tapera abandonada
E carreta e o tropeiro sumiram igual pó da estrada.

Saia a tropa de são chico pra Rosário
Da Estância pra o matadouro um verdadeiro calvário
Quanto rigor o pobre tropeiro passava
E a canção era do boi pra se distrair cantava.

Não vejo canga, corda de coice rejeira,
Apetrecho da carreta, brocha, ajojo e tiradeira
Só algum rodado em alguma estância atirado
E a canção do eira boi em algum disco gravado.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback