A Porta

Volmir Coelho

Por ela muitas alegrias chegam
As tristes nunca batem quando vem
A porta tem segredo a sete chaves
Só o tempo sabe dela muito bem

Por ela é que o inverno pede entrada
O outono se despede e vai também
A porta tem segredo a sete chaves
Só o tempo sabe dela muito bem

Por ela é que o ser pede entrada
A vida se despede e vai também
A porta é um ponto e partida
Se torna de chegada pra quem vem

A porta é uma faca de dois gumes
Nos leva e fica a esperar também
Tem portas que a tristeza rouba a chave
Mas sabe que a alegria logo vem

A porta da igreja escancarada
A espera de quem vai rezar pro bem
Mas quando o sol se esconde no horizonte
Fica minha gente a bater sem ter ninguém.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback