Mi Arde o Ôi

Vira e Mexe

Nada de mais pra quem gosta de pitar,
Mas não tem cristâo que güente a poluiçâo
Muitos acham que é bonito fumaça pelas venta,
Mas a danada da catinga ninguém güenta.

O mal que ele faz ocê nem disconfia,
Exprementa tirá abreugrafia
Não m'importa ocê pitá, e pensá que é feliz,
Mas era bom arrespeitá ôtros nariz.

REFRÃO
Me arde o ôi, me arde o ouvido,
Me arde o ôi a fumaça que vem desse trem fedido
Me arde o ôi, me arde o ouvido
Ocê vai pitando e o mundo vai ficando bem mais poluído.

Muito esperto é os animá : diz que é irracioná,
Mas, afiná, ocê já viu argum pitá?

Veja o que assucedeu com o compadre Joâo:
Pitô tanto que morreu mal dos pulmâo.
Muitos óio a lacrimejá no velório, um desafôro:
De tanto o povo pitá e nem memo era choro.

REFRÃO
Me arde o ôi, me arde o ouvido,
Me arde o ôi a fumaça que vem desse trem fedido
Me arde o ôi, me arde o ouvido
Ocê vai pitando e o mundo vai ficando bem mais poluído.

Pode dar asma e bronquite, pôr os dente cor-de-canela,
Nos óio conjuntivite, inchaço na goela.
- Pro seu bem, e de nóis tudo pare agora.
- Nem fôlego tem: anda um pouquinho pôe a língua de fora.

Nóis não semo diferente,
Todos morrem, foi Deus quem impôis.
Só que ocê vai indo na frente,
Nóis vamo dispois.

REFRÃO
Me arde o ôi, me arde o ouvido,
Me arde o ôi a fumaça que vem desse trem fedido
Me arde o ôi, me arde o ouvido
Ocê vai pitando e o mundo vai ficando bem mais poluído.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback