Cinzas do Passado

Tango

Trago os olhos razos dágua,
Coração cheio de mágua,
Por não ter aquele amor,
Sigo triste o meu caminho,
Defendendo-me do espinho,
Que já me feriu de dor.

Sou sozinho neste mundo,
Um boêmio vagabundo,
Sabe deus onde andará,
Pelas ruas da cidade,
Eu carrego esta saudade,
Que alguém deixou ficar,
E assim nesta amargura,
Não terei a desventura,
De amar quem não me amou,
Serei cinzas do passado,
Num cantinho abandonado,
Que o vento não levou...
(bisa tudo)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback