Samba de Copo na Mão

Taiguara

Vai, negão
Sambando pela rua de copo na mão
Sem parar
Que a vida vai ter fim quando o samba acabar

Samba, nêgo
Bebe, nêgo
Vibre, nêgo
Deixa o povo pra lá (falar)

Que você não sabe o que quer
Que foge de toda mulher
Que bebe porque não é capaz
De ser feliz

Quem fala não sabe que há alguém
A quem você quis muito bem
Tinha de você mais que o mundo
E assim não quis

Partiu sem ter motivo, sem dó, sem adeus...
Deixou o nêgo morto, sem nada de seu
E um dia foi num copo que o nêgo esqueceu
E um dia foi num samba que o nêgo viveu
E um dia ouviu o sorriso que a noite lhe deu
E ele se convenceu
Sou mais eu!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback