Emília, a Boneca-gente

Sitio do Picapau Amarelo

De uma caixa de costura
Pano, linha e agulha
Nasceu uma menina valente
Emília a Boneca-Gente

Nos primeiros momento de vida
Era toda desengonçada
Ficar em pé não podia, caía
Não conseguia nada

Emília, Emília, Emília
Emília, Emília, Emília
Emília, Emília, Emília
Emília, Emília, Emília

Mas a partir do momento
Que aprendeu a andar
Emília tomou uma pílula
E tagarelou, tagarelou a falar
Tagarelou,tagarelou a falar

Ela é feita de pano
Mas pensa como um ser humano
Esperta e atrevida
É uma maravilha
Emília, Emília

Emília, Emília, Emília
Emília, Emília, Emília
Emília, Emília, Emília
Emília, Emília, Emília

Para cada história, ela tem um plano
Inventa mil idéias, não entra pelo cano
Ah, essa boneca é uma maravilha!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback