Ziqzira É A Zica

Pregador Luo (APC 16)

Mais um cântico de lamento e de tristeza.
Só mais uma crônica sobre ódio.
Mais um hit periférico que versa sobre corpos.
Estamos aqui nós os mortos, dias atrás vivíamos!

É a ziq ziq zira ziriri ziqzira.
É a ziq ziq zira ziriri ziqzira.
É a ziq ziq zira ziriri ziqzira.

É a zica, é a zica, é a zica, é a zica.

Ele atira, ele atira,
ele é "ziqzira".
Engatilha, aponta, te põe na mira.
Dedo mole fuzila.
É membro de quadrilha,
de passagem nessa vida,
o "big monster" do morro.
Toca o terror,
faz gambé pedir apoio:
_ "Manda vim o caverão
que o bagulho tá doidão.
Sobe outro batalhão
que mococo de ladrão."
Sei lá o que que passa na cabeça dos patrícios!
Será que vale a pena morrer pra manter vício?
Então não é só isso,
tem também outros motivos!
A vontade de viver
é pra obter poder
pra comprar, pra vestir, pra ostentar, pra comer.
Apavorar as cocotas com grife de moda,
por elas na garupa e sair em duas rodas.
(Acorda truta) Ouvindo um barulho que tá vindo lá de trás,
o mosquito de ferro mandado por satánas..

É a ziq ziqzira ziriri ziqzira
É a ziq ziqzira ziriri ziqzira
É a ziq ziqzira ziriri ziqzira

É a zica, é a zica, é a zica, é a zica (2x)
Ali, ali, olha ali, ele tá ali,
filma ali na lage,
tá lá o delinqüente.
Larga o dedo nele!
Vai, manda chumbo quente!
Zera, zera o pente.
Zera, zera o pente.
Desfigura pra ninguém reconhecer
nem pelos dentes.
Que chorem seus parentes
nesse loco, vai em frente!
Mais que nada,
ninguém lhe quer bem!
Quando eu te derrubar ninguém vai notar!
Um a menos pra pesar nessa terra sem lei,
Um a mais pra somar entre os vários que eu matei!
Queria eu sossegar essas fitas, nem teve vida.
[...] No administrativo.
Mas tô aqui pilotando e caçando bandido!
Altitude é assim mesmo, entope os ouvidos.
É bom que dessa forma eu não escuto os tiros.
Mas é questão de tempo,
logo sou promovido!

É a ziq ziqzira ziriri ziqzira
É a ziq ziqzira ziriri ziqzira
É a ziq ziqzira ziriri ziqzira

É a zica, é a zica, é a zica, é a zica (2x)
_ Olha os homem aí, mané!
_ Olha os homem aí, mané!
_ Joga encima, joga encima!
_ helicoptero [...]
Tá no razante

Tá em chamas, tá em chamas!
Meu Deus, meu Deus!
Vai cair, vai cair!

Clima de guerrilha,
polícia, narcotráfico.
Ninguém tem mais controle,
o bagulho tá anárquico.
Sofrem homens de preto,
sofrem os manos sem camisa,
sangram os jovens que comandam,
sangram membros da milícia,
sofre também quem não tem nada a ver e tá refém,
sangra também quem não fuma,
quem não cheira
e não dá bum!
Alô, alô meu Senhor
vou fazer um pedido:
Atende aqui esse seu filho.
[me deixa completar]
Tô ruim de grana
então chamei a cobrar,
é só pra te lembrar e clamar,
pelo amor, solta os anjos
e envia de volta aqui o salvador,
se não a gente frita!
A serpente tá nervosa!
Aqui tá assim!

É a ziq ziq zira ziriri ziqzira
É a ziq ziq zira ziriri ziqzira
É a ziq ziq zira ziriri ziqzira

É a zica, é a zica, é a zica, é a zica (2x)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback