A voz da razão

Osvaldo Oliveira

No dia que eu não lhe vejo
Mais aumenta meu desejo
E o meu padecer (não sei porque)

Eu fico tão desesperado
Tão acabrunhado
Eu fico em tempo de morrer (veja você)

Meu bem essa distância que nos separa
Não a jeito que de jeito
D'eu me acostumar

Pois eu preciso de você
Como a flor precisa do orvalho
Como o peixe precisa de nadar

Vem meu coração reclama
Veja quem lhe chama
É a voz da razão

Meu peito está queimando em chamas
Que parece até a seca
Lá do meu sertão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback