Terra Que Canto

Osvaldir e Carlos Magrão

pra amar a terra que canto
não precisa que me mande
eu nasci lá na fronteira
coração do meu Rio Grande
sou esta voz bem crioula
que nasceu sobre o arroio

do opa opa brazino
que ali no mas é o arroio(2X)

o moço cá na cidade
a sua origem contesta
não gosta de verm bombacha
chapeu quebrado na testa
não importa o que lhê digam
ou que de mim achem graça

sou guasca e orgulho tenho
da origem da minha casa(2X)

e tu chinoca morena
das ancas bem retovadas
das tranças bem renegridas
e olhar de corsa assustada
se chego junto ao meu peito
venha sentir meu afago

venha sentir do meu cinto
vibrar a alma do pago(2X)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback