Violino Cigano

Osny Silva

Almofadas de veludo o céu parece,
E as estrelas, alfinetes prateados,
Que iluminam os jardins abandonados,
Onde beijos se perderam ao luar,
Traz o vento melodias saborosas,
São saudades de quem sofre por amor.

Serenata ao luar,
Sob o vão da janela,
A voz do trovador,
É um soluço de dor,
É uma queixa de amor,
Se a lua no céu,
Manda um beijo sorrindo,
Que atravessa a escuridão,
E faz sombras no chão,
E o luar é tão lindo,
Por que vives tu, a sofrer assim ?
Por que, se o amor já chegou ao fim ?..
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback