Cavaleiro Errante

Osny Silva

Cavalgar sob o luar,
Cavaleiro sem lei, sem Deus,
Sem ter onde pousar,
Prosseguir como o vento,
A ave, as águas a correr,
Sempre a ouvir em meu ser,
A voz do horizonte a chamar.

Repousar sob o luar,
Cavaleiro sem lei, sem Deus,
Não pode repousar,
Amanhã pode ser,
Que um lar e amor eu venha a ter,
Mas ecoa em meu ser,
A voz do horizonte a chamar.

Muito além, além daqui,
Tem lugar que eu nunca vi,
E a ilusão me atrai,
Me ensina a direção,
Eu não posso ficar,
Adeus, tenho que dizer e obedecer,
A voz do horizonte a chamar.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback