Canto de carimbó

Nilson Chaves

Em Marapanim
Quando a lua se levanta
Traz junto com ela o suor da multidão
E na amplidão ressoa forte o pé
Que levantando o pó do chão
Põe no meu coração o carimbó

E eu, tão só, morena, e eu, tão só
Tomara que tu me venhas
No canto de carimbó...

Vi tua anágua voando pelo céu
Rasguei morena teu sonho de papel
De sermos como linha e carretel
Girando como gira o carrossel...

E eu, tão só, morena, e eu, tão só
Tomara que tu me venhas
No canto de carimbó...
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback