Velhas Cartas

Nardel Silva

Antigas cartas guardadas
Que o tempo amarelou
São lembranças do passado
Que no meu peito ficou
Cada frase é saudade
Do tempo do nosso amor

Hoje é o risco de tinta
Revendo meu pensamento
Cada letra é um suspiro
Que ficou no esquecimento
Resto de amor e saudade
No livro do sofrimento

O mensageiro canário
Fechou os olhos, morreu
Até a florzinha da casa
O seu perfume perdeu
Só ficou a falsidade
Das juras que me escreveu

Do nosso amor é o que resta
A esperança perdida
Não vejo mais teu sorriso
Que alegrava minha vida
Só leio as palavras tristes
Das velhas cartas esquecidas
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback