Sonho Alto

Milionário e José Rico

SONHO ALTO
Guarânia
(Praense - Waldemar de Freitas Assunção)
Reviver o que já morreu é impossível
Aquilo que entre nós já teve fim
Agora o nosso amor já não vive
Mas leva uma lembrança de mim
Embora entregando a outro teus doces beijos
Recorda sempre de mim que sempre te quis
Porém através do teu volúvel desejo
Ninguém jamais te fará feliz

Tu sonha alto demais pela vida
Não sei o destino teu qual é
Tens tudo e vive sempre sentida
Querendo somente a quem não te quer
Despeito que faz viver em sorriso
O mesmo me faz cantar prá esquecer
Por causa do teu amor indeciso
Devido a ilusão de querer
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback