As Batidas do Martelo

Marcos Aurelio

As batidas do martelo, que de longe se ouvia,
Era apenas um mistério, que ali acontecia,
Quando os cravos perfuravam, e o sangue escorria,
Era a chuva que molhava, e a Igreja que nascia,

E ali morreu Jesus lá no alto do calvário pra nos dar a salvação,
Foi terrível o cenário, triste crucificação,
Mas aquela triste cena, trouxe vida pra quem crê,
Com três dia ressurgiu, porque era o dom da vida e a morte não o destruiu.
O caminho para o céu foi Ele mesmo que abriu,
E quem hoje adore a Ele estará sentindo o seu poder

Por amor a humanidade, nosso Mestre foi ferido e sofreu com grande dor,
Ele nunca foi vencido, para sempre é vencedor,
Pra nos dar a vida eterna, tudo isto suportou,
A coroa de espinho perfurou sua cabeça, mesmo assim não recuou,
Sua Cruz era tão grande, mas o amor foi bem maior.
Ele sofreu tudo isto, para não me deixar só.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback