Adeus Rio de Janeiro

Luiz Gonzaga

Rio de Janeiro bota o visgo na gente
É terra boa pro caboco farriá
Eu só não fico porque rosa diz: "oxente
Será que Lula já deixou de me amar?"

E desse jeito pode ser que o diabo atente minha rosa se contente
E bote outro em meu lugar.

(Rio de Janeiro)
Eu vou me embora
Mas pro ano eu volto cá

Quando eu me alembro de deixar copacabana
E as morenas que eu tenho visto por cá
Eu fico triste, sinto frio, sinto medo
E fico achando todo azedo e com vontade de chorar

Mas mesmo assim, adeus, o morena dengosa
Me adiscurpi, mais a rosa tá em primeiro lugar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback