Uirapuru

Lucinha Bastos

Certa vez de montaria
Eu descia o Paraná
E o caboclo que remava
Não parava de falar
Ah, Ah, não parava de falar
Ah, Ah, que caboclo falador

Me contou do lobisomem
Da mãe d´água do tajá
Disse do Jurutahy
Que se ri pro luar
Ah, Ah, que se ri pro luar
Ah, Ah, que caboclo falador

Caboclinho meu amor
Arranja um pra mim
Ando roxo pra pegar "unzinho" assim
O danado foi-se embora e não quis me dar
Vou juntar meu dinheirinho pra poder comprar

No dia que eu comprar
Esse caboclo vai sofrer
Vou desassossegar o seu bem-querer
Ah, Ah, o seu bem querer
Ah, Ah, ora deixa isso pra lá

Certa vez de montaria
Eu descia o Paraná
E o caboclo que remava
Não parava de falar
Ah, Ah, não parava de falar
Ah, Ah, que caboclo falador

E mangava de visagem
E matou surucucu
Jurou com pavulagem
Que pegou Uirapuru
Ah, Ah, que pegou Uirapuru
Ah, Ah, que caboclo tentador

Caboclinho meu amor
Arranja um pra mim
Ando roxo pra pegar "unzinho" assim
O danado foi-se embora e não quis me dar
Vou juntar meu dinheirinho pra poder comprar

No dia que eu comprar
Esse caboclo vai sofrer
Vou desassossegar o seu bem-querer
Ah, Ah, o seu bem querer
Ah, Ah, ora deixa isso pra lá
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback