Silepse

Jorge Cabeleira e o Dia Em Que Seremos Todos Inúteis

No Brain

Segue teu caminho gavião
Segue aquilo que pra ti não vai ser nenhum problema
Segue a tua, segue a sina a sua sede sanguinária
Sua arte sina cena de falar sua sentença

Segue teu cendeiro gavião
Que dos teus olhos saem fogo e vai brilhar o teu caminho
Mas tu procura tomar cuidado é Satanás
Que vai rezar pelo teu sangue e pedir mais um pouquinho

Segue teu caminho Satanás
Que meu sangue não vai ser de graça e nem é vinho
É pela planta que desprende que eu tô dependurado
Pelas penas que me restam pra ser perdoado

Segue teu caminho gavião nesse caminho
Ninguém vai parar pra te dar pena
Segue a tua, segue a sina a sua sede sanguinária
Sua arte sina cena de falar sua sentença

Segue tua arma gavião
Que ela aponta justamente pra onde vai o teu destino
Segue a tua sina de caçador
Encapuzado, sarcástico, demente e esfolar cabra safado

Segue teu caminho gavião
Você ouviu a vida toda que dizia que Deus a luz do pé do seu ouvido dava a arma
E aprendeu o que era fé em nosso senhor e ia tentar matar
É o diabo é o q faz a regra
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback