Cachorro Valente

Jacó e Jacozinho

Eu fui um bom caçador mas não gosto de lembrar
Porque perdi minha esposa na beira do pantaná
Só ficou eu e o cachorro e um filhinho pra criar
O cachorro era valente, ensinado pra caçar
Mas pra mim era mansinho
Parecia um gatinho
Desses da raça angorá

Lá naquela redondeza tinha uma onça pintada
A tal onça que matou a minha esposa adorada
O terror lá do sertão não caía na emboscada
Eu jurei fazer vingança saí firme na caçada
Pra sair rezei um terço
Meu filho deixei no berço
E o cachorro deixei de guarda

Procurando aquela onça eu entrei na mata adentro
Depois de andar bastante, parei, pensei um momento
Eu tratei bem da criança, lhe dei bastante alimento
Pro cachorro não dei nada, nem água e nem mantimento
Se ele ficar com fome
O meu filhinho ele come
Foi esse o meu pensamento

Abandonei a caçada, voltei pra casa chorando
O cachorro ensanguentado veio logo festejando
Você matou meu filhinho, seu criminoso tirano
Dei dois tiro no cahorro, morreu na boca do cano
Mas quando cheguei na porta
Encontrei a onça morta
E o meu filhinho brincando
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback