Sonho de Grosso

Gildo de Freitas

SONHO DE GROSSO

Est?oite eu tive um sonho
Eu andava no espa?
Arriba das nuvens brancas
Tinha uma capa de a?
E Cristo estava sentado
E disse v?ue fracasso
L?a terra a?m desejo
De pensar que a lua ?ueijo
E cada um que um peda?

Mostrou-me o sol e a lua
E disse v?ue beleza
O Sol eu chamo de pr?ipe
E a Lua ? minha princesa
Os cientistas da Terra
Eram pra fazer proezas
Demolir meu firmamento
Furar sem consentimento
Os olhos da natureza

Mostrou-me algumas estrelas
Com raios eluminados
Esta ? vida dos homens
Que por mim s?governados
Estais vendo aqueles raios
Tremendo quase apagado
?a vida daquela gente
Que n?age fielmente
Ser?por mim castigados

E nisto chego S?Pedro
Falando num tom mais grave
Tu diz l?ro cientista
Pra n?ser desagrad?l
Que pare com esses foguetes
Procure ser mais am?l
Que aqui n?entra ego?a
E arregalou bem as vistas
Balan?do a m?com a chave

Ao findar estas palavras
Baixou a voz com cadencia
E beijou a m?do Pai
E da divina providencia
Disse este ? nosso Rei
A nossa maior pot?ia
E nunca gostou de guerra
Precisa os homens da Terra
Respeitarem sua excel?ia

Sonho bonito este meu
Por?depois de acordado
Peguei l?s e papel
E cumpri meu dever sagrado
Fiz uns versos t?ntando
Transmitindo este recado
Me desculpe centistas
A lua ningu?conquista
Voc?todos est?errados.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback