Xote de Patrão

Gaúcho Sulino

Xote cuiudo crinudo e abagualado
Tu foi criado largado pra se dançar
Bem no compasso arrodeado pros dois lados
Fica lindaço na hora de afigurar
E se a prenda for bonita e dançadera
Não tem canseira que segura esse peão
Amanhecemos dançando xote e vaneira
Fazendo nuvens de poeira no galpão

Xote largado e abagualado e fandangueiro
Um bom gaitero mete fogo no bailão
Lá pelas tantas pra animar o entreveiro
Da-lhe gaitero esse xote de o patrão
Sou dançador mas gosto mesmo e não é poco
Dar uns sufoco numa gaita de botão
Porque esse xote na voz de uma oito soco
Me deixa loco de saudade do rincão

Velho rio grande gauchada hospital
Cuia,chaleira,churrascada e chimarrão
Tiro de laço,rodeio,e domingueira
Prendas faceiras E fandando de galpão
Esse é o rio grande do sistema bem antigo
Eu sou gaucho e digo de coração
Em cada rancho tu encontrarás abrigo
Em cada amigo um forte aperto de mão.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback