Segura o Tchê

Gaúcho da Fronteira

Vaneira

Segura o tchê, amarra o tchê,
Maneia o tchê, por que ele pode te morder;
Segura o tchê, maneia o tchê,
Amarra o tchê, por que ele pode te morder.

Era um potro mal domado
Que cedo foi desmamado cria da égua chechê;
Crioulo de sangue puro
Cavalo de queixo duro, foi batizado de Tchê.
O potro ficou taludo
Se fez um baita cuiudo, coisa linda de se ver...
Era o terror da eguada
E o desejo da peonada era domar o potro tchê!


Num concurso de rodeio
Festa de peão boiadeiro ninguém podia prender,
Um ginete da Argentina,
Um paisano, um catarina, gritavam: - Segura o Tchê,
Cavalo bruto manhoso,
Bicho louco de baldoso que ninguém queria ter...
Não nasceu pra montaria
Mas qualquer égua queria ter uma cria do Tchê!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback