Dilma vs. Aécio

Galo Frito

Fiquei surpreso, presidenta
De você aparecer
Afinal vais ser vaiada
Pois você vai perder

Já governei Minas Gerais
Querido pela população
Você só aumenta
A porra da inflação

Desvaloriza o trabalho
Dos médicos brasileiros
Chamou os cubanos
Para dar nossos dinheiros

A copa você tornou
Mais de 25 bilhão
Até o Santander falou
Pra não votar em você não

Eu sou a presidenta
Vermelha é vestimenta
No ibope quase 40
Então vê se me aguenta

A lei seca salvou
Mais de milhares de vidas
Quando você foi parado
Tava com a carteira vencida

Quando a eleição acabar
Você vai beijar o meu coturno
Pra eu ganhar de você
Só preciso de um turno

Me desculpe por ser
Assim tão franca
Tão falando por aí
Que tu gosta da branca

Tá se achando e apelando
Me difamando
Cadê a prova
Do que cê tá falando

Fala isso porque
É campanha eleitoral
Mas acabou com o Brasil
Leiloando o pré-sal

Oportunidade eu vou dar
Pro brasileiro trabalhar
Enquanto bolsa esmola
Faz o povo se acomodar

E o dinheiro público
Que você gastou
Com estádio
E aeroporto?

(Ai meu mensalão)

No que se refere a aeroporto
É melhor ficar calado
E o do seu tio-avô
Ou você não tá lembrado?

Você efetivou
Vários não-concursados
Não leu o vade mecum
Ou tava lesado?

A pessoa humana competente
Não vota em você
Já são doze anos
Que quem manda é o PT

Sou uma mulher linha dura
Presa na ditadura
Humilha na candidatura
Olha minha foto na moldura

Pra acabar com você
Vou quebrar o protocolo
Fala, companheiro Lula
Vem, senta no meu colo

Vocês fazem tanta merda
Que eu saí do paraíso
E voltei para o Brasil
Pra ver se trago mais juízo

São dois dos candidatos
Entre os mais incompetentes
A Dilma só quer copa
O Aécio, entorpecentes

Tucano sem vergonha
Você é ruim demais
Quer ser dono do Brasil
Mas já estragou Minas Gerais

E a Dilma?
É uma mulher ou uma marionete?
O Lula dá as ordens
E você só obedece

Eu sim seria um presidente
Muito exemplar
Acabo com o aborto
E trago a bomba nuclear

Não escolha entre
O mensalão e a privataria
Confie na barba
É estilo e sabedoria

Eu posso ter morrido
Mas meu discurso é eterno
Dilma e Aécio
Deem as mãos e vão pro inferno

O Brasil já não precisa
De coxinhas ou de velhas
5656
Meu nome é Enéias!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback