Recordação do Passado

Elizeu Ventania

Nesta canção irei contar o meu passado
Sou obrigado a descrever o que gozei
Naquele tempo, passageiro e tão risonho
Foi como um sonho que do leito despertei
Ao despertar notei a vida fracassada
E transformada numa grande solidão
Por que agora no lugar da mocidade
Vem a saudade invadir meu coração.

E quando vejo uma noite enluarada
A meninada espalhada pelo chão
Ai recordo que já tive a mesma idade
Tenho saudade do luar do meu sertão
Já fui menino e gozei muito no passado
Fui namorado de milhares no jardim
Namorei muito e com mulher fiz grosseria
E hoje em dia a mulher zomba de mim.

Fico tristonho quando vejo uma cidade
Com a mocidade na bancada do jardim
Trocando risos de amor e de esperanças
Tenho a lembrança que também já fui assim
Naquele tempo meu viver foi um colosso
Quando fui moço e todo mundo me quis bem
E hoje vivo pelo mundo desprezado
Abandonado sem carinho de ninguém.

Ah! se voltasse o que gosei na meninice,
Mas a velhice acabou o meu cartaz,
Aquele gozo transformou-se em sofrimento
Este tormento a velhice sempre traz
Não tenho pai, não tenho irmão e nem parente
Vivo somente lamentando o meu sofrer
Não tenho lar, nem esposa, nem amigo
Assim prossigo neste mundo até morrer.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback