Salmo 23

Elaine de Jesus

I
Quando a gente anda sob a direção de Deus
Pode até aparecer deserto, escuro e frio
Mas pra escuridão há luz, no frio há o calor
Que vem de dentro da coluna santa do Senhor
II
E se com fúria o inimigo vier pra me afrontar
A nuvem da glória de Deus sobre mim estará
Guardado e protegido em meio ao vale andarei
E mesmo sobre as águas pela fé eu marcharei
III
Vou seguir a nuvem, vou sentir a glória
Vou ouvir o som da voz de Deus dia e noite a me guiar
Eu vou ver a coluna, vou me aquecer no fogo
No deserto eu sei que o meu milagre irei contemplar

Coro I
Porque o Senhor é o meu pastor e nada há de me faltar
Em verdes pastos ele me fará deitar
Pelas veredas da justiça eu caminharei
E refrigério no deserto eu receberei
Ainda que eu ande pelo vale eu posso confiar
A sua destra está comigo para me guardar
A sua vara e o seu cajado me consolarão
Pois me ungistes com o óleo santo da unção

Coro II
Unção que me fará marchar o sobre o bravo mar
Unção que fará o gigante aos meus pés tombar
Unção que me dá forças para enfrentar leões
Unção que me inspira em meio às tribulações
Unção para falar ao cego e ele enxergar
Unção pra repreender a morte e o morto levantar
Unção pra interpretar o sonho dentro da prisão
E acreditar que as promessas acontecerão


Estrofe III

Coro I (1x)
Coro II (2x)

Final: "Acontecerão...."
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback