Me Cansei de Esperar, Resolvi Lutar [Prod. Black 21]

Black 21

Black 21 - Me Cansei de Esperar, Resolvi Lutar [Prod. Black 21]

Lendas e mitos, ensinados por peritos
Rituais malditos, com fervorosos gritos
Teólogos alteram o que está escrito
O dízimo em malaquias está em negrito


Em cada verso eu vejo o perverso desejo
Da tentação da serpente ao servo que trai o seu mestre com um beijo
É o mar que se abre, boca do leão que se fecha
Promessa que mesmo em tempo de guerra seu filho não será atingido por flecha

Babilônia surgiu, o reino do bem sucumbiu
A chuva que inunda a casa do bom prospera a colheita do vil
Os planos, feitos por baixo dos panos da mesa da santa ceia
Técnicas maléficas fazem com que o povo creia

Vozes vindas do trovão, noites que viram dia
Deus tá surdo e mudo ? cadê tudo isso hoje em dia ?
Morar em uma mansão, ter regaria
Tanta tentação, quem não pecaria ?

Pastores, doutores, manipulam a mente do que sofre
Ensinam que dar é melhor do que ter, mas enchem seu bolso e seu cofre
Jargões dos vilões, dizem que o fraco que é forte
Gospel é merda da américa do norte !


REFRÃO:
Me cansei de esperar, resolvi lutar pelo que é meu ! Pelo que é meu !


Cadê seu Deus ? que disse que me acolheria em seu seio
Por que eu não sinto nada quando em casa eu me ajoelho ?
Deus invisível que se mostra insensível ao desespero alheio
Será que Cristo realmente veio ?

Seu povo chama, pelo seu nome clama
Vive num drama, sofre e não reclama, pensa que deus ama
Não sabe nada, geração alienada
E não querem nada, tem suas mentes metas controladas

Falam abracadabras e palavras sagradas
Não tem estátuas mas pedem e gritam direcionados ao nada
Te amam por sua grana, se vendem pela fama
Pensa estar certo, julga e não ajuda e a si mesmo engana

Cegos que conduzem cegos em direção ao abismo
Alimentando os egos, anjos corrompidos
Não creio em cupidos, arcanjos ou serafins
Espero de mim até meu fim, as vezes sozinho, sozinho !


REFRÃO:
Me cansei de esperar, resolvi lutar pelo que é meu ! Pelo que é meu !


Viver é se aproximar da morte a cada dia mais
Considerado azar ou sorte, tormento ou paz
Destino eterno: paraíso ou inferno ?
Eu não acredito nos filhos da puta que usam terno !

Pois cada crença impõe uma condição, uma sentença
Mudando o que gosta, o que sente, o que pensa
Viver uma vida tensa e que dispensa o raciocínio
Que faz da mente do fraco um solo fértil, seu domínio

O medo é o segredo do sucesso do mercado
Tudo que faz será sempre considerado errado
Não critique, não duvide, não observe, não conteste
Que se foda, minha vida não é um maldito teste

No túmulo não há memória, o que importa é o agora
Não quero viver minha vida vendo a vida ir embora
Viver é um milagre a cada segundo
Por isso eu planto, pra colher em vida nesse mundo imundo !


REFRÃO:
Me cansei de esperar, resolvi lutar pelo que é meu ! Pelo que é meu !


O Caio Fábio caiu em tentação também
Fez um dossiê pra tentar vender pro Saddam Hussein
Cheia de nota de cem, a bispa foi ao fundo da lama
Mas a desculpa é a mesma de sempre, Deus perdoa o filho que ama

O apóstolo, após foi tolo e rodou no EUA
Espero que morra na cadeia e que apodreça por lá
Um pouco de fermento leveda toda massa
No velho testamento se vacilar nego passa

Olho por olho, dente por dente
Bala em quem mente pra gente
Chora o sagrado fruto gerado em seu ventre !
Estou aguardando o dia de ir embora

Um filho com fome não entende por que sua mãe chora
Bem aventurado quem tem sede de justiça
Se existisse Deus, não tinha igreja, polícia e milícia
Se existisse Deus, se existisse Deus, Se existisse Deus, não tinha igreja nem polícia !


REFRÃO:
Me cansei de esperar, resolvi lutar pelo que é meu ! Pelo que é meu !
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback