Zé Limeiriando

Beto Brito

Foi num foi eu tou pensando, Zé Limeira assim falou
segredo de minha mala, meu cavalo corredor
quem sabe o que sou, sou eu, sou eu quem sabe o que sou
tanto faz tá na cabeça, como na cabeça tá
tanto faz daqui prali, como dali pracolá
quando pego na viola é da tampa pipocar
Bom capitão de navio, Napoleão era um
vi um casal de siri, sem compromisso nenhum
feliz da mesa que tem costela de goiamum
perdido em alto-mar a saudade é um barquinho
no dia que eu me zangar, mato você de carinho
dou uma pisa de amor que você erra o caminho

Oi Zé Limeira daqui, oi Zé Limeira de lá
Oi Zé Limeira daqui, vamos Zé Limeiriar (2x)

Prodologicadamente não vou me abestalhar
eu toco toda semana, viola banjo e ganzá
Dom Pedro ficou de coca no sertão de Bogotá
e não tem coisa mais bonita do que a cara da lua
uma mulher passeando pela calçada da rua
bem formosa, bem taiada com as pernas quage nua
Getúlio Vargas morreu foi com saudade da esposa
Lampião inda tá vivo morando perto de Sousa
por detrás do sete-estrelo tem um casal de raposa
Homem macho cabeludo, você vai ver em Campina
muié da carça tão fina que dá pra ver o veludo
quando vou comer um peba como com casca e tudo

Oi Zé Limeira daqui, oi Zé Limeira de lá
Oi Zé Limeira daqui, vamos Zé Limeiriar (2x)

Lá vinha trinta macaco com três arroba de pão
São Tomaz ferrando bode nas encostas do sertão
que pegou, por arrelia no mocotó de Sansão
eu não sei fazer doce, mas sei quando ele tá bom
boca de mulher bonita não precisa de batom
junto com Pedro II toquei viola e piston
eu sou Corisco pastando no véu da pilogamia
pelei trinta papagaio no vergel da ventania
a jia lambendo o sapo e o sapo enrabando a jia
fuá de forrobodó tocando num realejo
quero a mão dessa mulata que é pra mostrar o meu traquejo
quem quiser andar pra trás tome chá de caranguejo
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist?simnão

    feedback